Você sabe qual é o seu tipo de pele? E como deve ser o protetor solar ideal para você? Vamos te ajudar a identificar o tipo da sua pele e as características que deve atentar-se na hora de escolher um protetor. Vamos lá?

Os tipos de pele apresentam características, principalmente pela quantidade que o organismo produz de gordura, também chamados de sebo. Elas podem ser divididas em 4 tipos:

1. Normal: 

Ela é sedosa, com aparência aveludada. Nem é muito brilhante, nem ressecada, porque a quantidade de gordura produzida está bem balanceada. É como se houvesse um equilíbrio do metabolismo. Pequenos, os poros são pouco visíveis.

2. Oleosa: 

Ela é brilhante e a pele pode ter aparência mais grossa. É que há um excesso de produção de gordura. Pode ser uma característica hereditária e/ou tem algum fator por trás, como estresse e problemas hormonais. Consumo de alimentos gordurosos, assim como excesso de exposição ao sol, também podem causar uma maior produção de sebo. Com poros dilatados, a pele oleosa, geralmente, facilita o aparecimento de cravos e espinhas.

3. Seca: 

Ela é mais opaca e, às vezes, áspera. Nesse caso, o organismo produz pouca gordura e retém pouca umidade. Por trás disso pode haver fatores genéticos e/ou hormonais. Temperaturas baixas e pouca umidade do ar, exposição ao sol sobre uma pele pouco hidratada, assim como um banho com água muito quente, também podem ressecar ainda mais uma pele com essa tendência.

4. Mista: 

Ela tem as mesmas características da pele oleosa, mas somente na testa, nariz e queixo, área chamada “zona T”, onde os poros são dilatados e há maior propensão a cravos e espinhas. A pele das demais regiões do rosto pode ser seca ou normal.

Ter esse conhecimento vai facilitar a identificação dos produtos que vão ajudar sua pele a ficar ainda mais bonita e radiante. Somente passe na sua pele produtos indicados para ela, caso contrário pode correr o chamado “efeito rebote”, ou seja, pode causar o efeito contrário do que é desejado.

Proteção sem agredir a pele

Portanto, vale investir em sabonetes e hidratantes desenvolvidos para o tipo de pele. O protetor solar também não pode agredir a pele do rosto Ao utilizar um produto, é importante analisar como a pele reage depois.

 Importante dizer que as embalagens dos produtos indicam para qual tipo de pele ele é direcionado, facilitando a compra. Se a pele for oleosa, procure produtos oil free ou livre de óleo, pois os que contém um ingrediente assim podem provocar o surgimento de acne e aumentar a oleosidade.

Qualquer que seja o tipo de pele, ela também pode ser sensível. Nesse caso, procure produtos sem fragrância, corantes ou conservantes, que vão evitar alergias e coceiras.

A ausência desses ingredientes, aliás, é o ideal para todas as peles.

Protetor solar com agentes hidratantes e que, ao mesmo tempo, combate os radicais livres, as manchas e o envelhecimento causado pela radiação solar tem múltipla função e vai reforçar ainda mais a maciez da pele, mantendo-a jovem por mais tempo.

Também é importante atenção na escolha de produtos pós-sol, no caso de queimaduras solares. Peles normalmente com oleosidade, mesmo que seja somente na “zona T”, se dão muito bem com pós-sol com Aloe Vera, porque retiram o excesso de gordura, mas sem ressecar as regiões normal ou seca. Dê atenção a produtos que promovam muita hidratação em qualquer tipo de pele, porque ela estará fragilizada com o excesso de radiação.

Se ainda assim estiver com dúvidas para identificar o tipo da sua pele, procure um dermatologista ou algum profissional com especialização em pele para te ajudar. Ele também pode auxiliar na escolha dos produtos mais indicados para sua pele em cada ocasião.